José Machado Pais
José Machado Pais
Livros Publicados
Gerações e Valores na Sociedade Portuguesa Contemporânea

(Coordenação) SEJ/ICS, 1999

Capa do livro Gerações e Valores na Sociedade Portuguesa Contemporânea
O objectivo deste estudo, baseado num inquérito nacional à população portuguesa, foi o indiciamento dos sistemas de valores em torno dos quais mais se identificam as diferentes gerações no contexto da sociedade portuguesa contemporânea. Aborda dimensões como atitudes perante a vida, moralidades e éticas de vida; atitudes perante a sociedade; a escola, o trabalho e o emprego; a vida familiar; a vida amorosa e sexual; e, finalmente, a vida religiosa.


Índice

Apresentação 9
Capítulo I - Introdução  
1. Em que pensamos quando falamos de "valores" 17
1.1. Os valores: o que são? 17
1.2. Os valores: como deles dar conta? 20
2. Em que pensamos quando falamos de gerações? 24
3. Valores de geração e geração de valores 29
4. Conflito de valores? 36
5. Novas gerações, novos valores? 39
6. Síntese conclusiva 47
Bibliografia 52
Capítulo II - Atitudes perante a vida, moralidades e éticas de vida  
1. Introdução 61
2. Atitudes 62
2.1. Auto-imagens 62
2.2. Bem-estar subjectivo 71
2.3. Atitudes face ao futuro 75
2.4. A felicidade 78
2.5. O quotidiano 83
2.6. Hábitos de poupança 91
3. Moralidades e éticas de vida 97
3.1. Moralidades 97
3.2. Éticas de vida (análise factorial) 112
4. Síntese conclusiva 140
Bibliografia 145
Capítulo III - Atitudes perante a sociedade  
1. Introdução 149
2. Atitudes perante as fronteiras simbólicas de natureza classista 152
3. Atitudes perante as fronteiras simbólicas de natureza geracional 169
4. O materialismo e o pós-materialismo dos portugueses 182
5. Os problemas que mais preocupam os portugueses 193
6. Atitudes perante o ambiente 200
7. Atitudes perante as minorias étnicas 204
8. A confiança nas instituições 209
9. Análises factoriais 219
10. Síntese conclusiva 237
Bibliografia 243
Capítulo IV - Escola, trabalho e emprego  
1. Introdução 247
2. O mundo do trabalho 248
2.1. O início da vida activa 248
2.2. Situação actual 252
3. Objectivos da escola 255
3.1. Entre a utilidade e a satisfação pessoal 255
3.2. Entre o individual e o social 257
3.3. A escola por imagens 260
4. Trabalho e empregos 265
4.1. Questões importantes quando falamos de emprego 267
4.2. Importância do salário 275
4.3. Significados atribuídos ao trabalho, ao emprego e ao desemprego 281
4.4. Entre as capacidades e conhecimentos pessoais 297
5. Trabalho infantil 300
5.1. Causas 300
5.2. Consequências 301
6. Análises factoriais 303
7. Síntese conclusiva 316
Bibliografia 318
Capítulo V - Vida familiar  
1. Introdução 321
2. Representações sobre a conjugalidade 326
2.1. Namoro 326
2.2. Casamento 333
2.3. Divórcio 346
2.4. Coabitação 353
2.5. Diferenciação sexual 359
2.6. Modelos de conjugalidade: da instituição à relação? 367
3. Solidariedades intergeracionais 371
4. A autoridade e coerção disciplinar 380
5. O que se acha que mudou: a (re)construção da mudança pelo discurso 384
6. Análises factoriais 389
7. Síntese conclusiva 395
Bibliografia 402
Capítulo VI - Vida amorosa e sexual  
1. Introdução 407
2. Os "interditos" da sexualidade 410
3. As valorações da sexualidade 416
4. As condições necessárias e as suficientes para o relacionamento sexual 422
5. Iniciação sexual: quando, onde e com quem 426
6. Os métodos contraceptivos 434
7. Atitudes perante a SIDA 436
8. Permissividades sexuais: o aceitável e o inaceitável 440
9. Opiniões sobre a pornografia 446
10. Análises factoriais 450
11. Síntese conclusiva 461
Bibliografia 464
Capítulo VII - Vida religiosa  
1. Introdução 469
2. Posições e práticas religiosas 470
2.1. Caracterização das posições religiosas 470
2.2. Comparação da posição do inquirido com a do pai, da mãe e do cônjuge 481
2.3. Estabilidade da posição religiosa 482
2.4. Participação no culto: frequência e razão 484
2.5. Frequência da oração 486
2.6. Actividades religiosas no último mês 489
3. Crenças e importância da crença na existência de Deus 489
4. Fenómenos objectos de crença 493
5. Frequência de várias práticas de índole sobrenatural 493
6. Efeitos mais significativos produzidos pelas diferenças de posição religiosa noutras informações recolhidas no inquérito 495
6.1. Razões porque se casou 495
6.2. Opiniões sobre casamento e namoro 496
6.3. Prazer em certas actividades 497
6.4. Diferenças entre jovens de hoje e gerações mais velhas 498
6.5. Situações reprováveis/não reprováveis 499
6.6. Confiança nas instituições 499
6.7. Opiniões quanto à SIDA 501
6.8. Número de filhos 501
6.9. Opiniões sobre o trabalho 502
6.10. Opiniões sobre casamento e família 504
6.11. Opiniões e comportamentos sobre sexualidade 504
6.12. Imagens e atitudes acerca de si próprio 506
6.13. Imagens, atitudes e opiniões sobre a relação com os outros 507
7. Análises factoriais 508
8. Síntese conclusiva 516
Bibliografia 518
Anexos - Retrato socigráfico da amostra  
1. Introdução 521
2. Construção da amostra e trabalho de campo 523
3. Caracterização geral: idade, sexo, status, região e habitat 524
4. Capitais escolares 526
5. Situações perante o trabalho 536
6. Situações e aspirações conjugais 538
7. Posicionamenots políticos 552
8. Síntese conclusiva 557
Bibliografia 562
Questionário do inquérito 565
Valid XHTML 1.0 Transitional Valid CSS!